Fraturas Dentárias

COMO ACONTECEM AS FRATURAS DENTÁRIAS EM CÃES E GATOS?
As fraturas dentárias correm por traumas no dente, decorrentes de atropelamentos, brigas com outros animais, quedas de alturas e, principalmente, por morder ou roer objetos muito duros, como madeira, ferro, ossos naturais bovinos, gelo e brinquedos de resina.

m_foto_fratura_dental m_foto_fratura_canino_gato
À esquerda, fratura de canino inferior esquerdo em cão. À direita, fratura de canino superior direito em gato.
 

POR QUE DEVEMOS TRATAR UM DENTE QUEBRADO EM CÃO OU GATO?
Estas fraturas podem expor a polpa dentária de forma direta (fraturas que atingem a polpa do dente) ou indiretamente (quando a fratura chega muito próxima da polpa do dente).

Quando há exposição da polpa, há exposição do nervo e tecidos vivos internos do dente, causando dor, contaminação e morte celular. As bactérias passam colonizar o interior do dente atingindo o ápice (ponta) da raiz dentro do osso e gerando abscessos periapicais.

m_fratura_molar m_foto_abscesso
Fratura de molar inferior em cão à esquerda e à direita, Rx intra-oral mostrando abscessos periapicais decorrentes d contaminação dos canais radiculares pela fratura
 

Por isso, TODA FRATURA DENTÁRIA PRECISA SER AVALIADA POR UM DENTISTA VETERINÁRIO! Evitando dor e futuros abscessos!

Confira alguns casos de fraturas dentárias em cães e gatos:

m_foto_fratura_incisivo m_foto_fratura_rx
Fratura de segundo incisivo superior em cão e o tratamento de canal realizado.
m_foto_inicial_fratura m_foto_final_exo
Fratura de 4 pré-molar superior em cão e a realização da extração dentária.