Dra. Ana Paula Hvenegaard

Dra. Ana Paula Hvenegaard

Oftalmologia Veterinária

  • Formada pela Universidade de Santo Amaro (UNISA) em 2005
  • Especialização em Oftalmologista Veterinária pela ANCLIVEPA-SP, em 2008
  • Mestrado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP (FMVZ-USP), em 2010
  • Doutorado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP (FMVZ-USP), em 2015

 

DOENÇAS OCULARES EM ANIMAIS DE COMPANHIA

FONTE: PET VISION -PARCEIRA SMILE4PETS

Hoje em dia, com o avanço da medicina veterinária e o aumento da expectativa de vida dos animais de companhia, aumentou-se também o número de diagnóstico de doenças, entre elas, as doenças oftalmológicas.

A cegueira atinge uma porcentagem considerável de animais senis, que grande parte poderia ser evitada com diagnóstico precoce e tratamento correto de algumas afecções.

Diversas são as doenças oculares que afetam os cães e gatos, entre elas, estão as alterações palpebrais, ceratites ulcerativas e não ulcerativas, uveítes, glaucoma e catarata, sendo que muitas delas podem levar à cegueira. Veja alguns exemplos abaixo:

oftalmo_1

Fonte: PetVision – www.petvision.com.br

Um diagnóstico preciso, acompanhado de um tratamento específico e eficaz são fundamentais para garantir uma boa recuperação da enfermidade. Para tal, necessita-se um profissional especializado e bem capacitado para garantir a saúde ocular dos animais de estimação.

A consulta oftalmológica em animais deve incluir:
– a avaliação minuciosa das estruturas oculares com iluminação direta e magnificação,
– teste lacrimal de Schirmer,
– colorações específicas como fluoresceína e rosa bengala,
– oftalmoscopia direta e indireta
– mensuração da pressão intraocular.

oftalmo_2
Exame oftálmico em cão e Mensuração da pressão intra-ocular em gato
Fonte PetVision – www.petvision.com.br


Podem ser necessários ainda, exames complementares como ultrassonografia ocular e exames anatomofisiológicos da retina (fundoscopia, eletrorretinografia e teste de resposta foto-pupilar).

  

oftalmo_3

Eletrorretinografia – Ultrassonografia ocular – Documentação fotográfica da retina em cão

Fonte: Petvision – www.petvision.com.br

 

CATARATA EM CÃES E GATOS

Afecções como a catarata devem ser encaminhadas precocemente ao oftalmologista veterinário, visto que, neste caso, seu tratamento é unicamente cirúrgico.
Com o advento da facoemulsificação, a cirurgia de catarata apresenta melhores resultados quando realizada no início do aparecimento, ao contrário de antigamente, quando se esperava seu amadurecimento.

A modernização da técnica cirúrgica aliada a aparelhos de alta tecnologia permite um resultado excelente, comparado às técnicas antigas.
Atualmente, a técnica de facoemulsificação (quebra e aspiração do cristalino por ondas de ultrassom), associada ao implante de lente intra-ocular, permite a completa recuperação da visão dos animais.

 

oftalmo_4

À esquerda, imagem de um cão com catarata, no centro, trans-cirúrgico de uma cirurgia de catarata e à direita, imagem de um cão após realização de cirurgia de catarata com lente
Fonte PetVision – www.petvision.com.br