Ortodontia

É a área da Odontologia que corrige o mal posicionamento dentário

Cães e gatos podem apresentar dentes mal posicionados, que trazem prejuízos para a função mastigatória.
Em alguns casos, podem inclusive causar lesões na boca se estiverem em contato com os tecidos orais ou com outros dentes. Nestes casos, especificamente, o tratamento ortodôntico deve ser realizado para corrigir o dente (ou dentes) mal posicionado(s), melhorando a mastigação e eliminando as lesões que causam dor.

Um exemplo desta maloclusão é a erupção de dentes caninos inferiores permanentes na direção do palato. Quando o animal fecha a boca, os dentes tocam no céu da boca e causam uma perfuração da mucosa (alguns casos podem perfurar o osso), causando muita dor.

Confira abaixo um exemplo de aparelho ortodôntico em cão, utilizado para corrigir caninos inferiores lingualizados:

m_foto_final_planoE m_foto_perfuração m_foto_planoD_antes
À esquerda, vista lateral da boca de um cão, onde o canino inferior toca na gengiva superior. Ao meio, a perfuração na gengiva causada pelo dente canino inferior. À direita, o dente canino inferior oclui na gengiva superior.
m_foto_planoE_final m_foto_planoD_final
Através de um aparelho chamado de “Plano Inclinado”, cada vez que o animal fecha a boca, os caninos inferiores tocam na base da resina empurrando o dente para fora.
m_foto_final_planoE m_foto_final_planoD
Aspecto final após a remoção do aparelho: caninos inferiores vestibularizados.

OUTROS EXEMPLOS DE APARELHO ORTODÔNTICO PARA ANIMAIS:

m_foto_expansor m_foto_brackets
À esquerda: utilização de parafuso expansor para empurrar (vestibularizar) incisivos superiores, em casos de mordida cruzada anterior em cão. À direita: utilização de brackets para alinhamento de incisivos inferiores em cão.

Entretanto, alguns animais podem apresentar alterações de oclusão mais graves, chamadas de maloclusão esquelética, onde os ossos da mandíbula ou maxila encontram-se com alguma desproporção em comprimento. Neste caso, aparelhos ortodônticos podem melhorar o posicionamento de alguns dentes, reduzindo o desconforto, porém, apenas a cirurgia ortognática é capaz de corrigir o alinhamento dos ossos da mandíbula e maxila.

A cirurgia ortognática em cães já é uma realidade, porém, indicada em casos muito específicos, onde é preciso corrigir traumas decorrentes da maloclusão da mandíbula. A técnica foi descrita pela primeira vez no mundo pela Dra. Vanessa G G Carvalho em sua tese de doutorado. Saiba mais